Em Almirante Tamandaré, delegado acionado pelo MPPR por fazer uso particular de veículo roubado e recuperado pela polícia é condenado

 Em Almirante Tamandaré, delegado acionado pelo MPPR por fazer uso particular de veículo roubado e recuperado pela polícia é condenado

Entrada da Cidade de Almirante Tamandaré na RMC

Um delegado de polícia de Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba, foi condenado pela Justiça por ato de improbidade administrativa. O réu foi acionado pelo Ministério Público do Paraná, por meio da 4ª Promotoria de Justiça da Comarca, por fazer uso indevido de um veículo roubado em Curitiba, que foi recuperado pela Polícia Militar em Almirante Tamandaré e entregue na delegacia local.

Conforme apurou o MPPR, o delegado teria usado o veículo para proveito próprio e de seus familiares de 2 de dezembro de 2014 a 11 de março de 2015, tendo ainda substituído as placas originais do carro para ocultar sua ação ilícita. Além disso, o réu, injustificadamente, teria deixado de comunicar o recebimento do automóvel à delegacia de Curitiba responsável pela investigação do roubo do veículo, ocorrido em 24 de novembro de 2014.

A decisão judicial determinou a aplicação das sanções de suspensão dos direitos políticos por quatro anos, pagamento de multa civil equivalente a 50 vezes o valor do último vencimento mensal integral recebido pelo requerido quando na ativa e proibição de contratar com o poder público ou receber incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, pelo prazo de três anos.

Em consequência dos mesmos fatos, o réu já havia sido condenado também na esfera criminal, pela prática do crime de peculato-desvio, tendo sido imposta pena de perda do cargo (processo número 0007682-88.2015.8.16.0024, ainda sem trânsito em julgado).

Processo número 0006837-51.2018.8.16.0024.