Gaeco, Depen e PM cumprem mandado de prisão e fazem buscas e apreensões em Curitiba e Londrina no âmbito da Operação Praia Brava

 Gaeco, Depen e PM cumprem mandado de prisão e fazem buscas e apreensões em Curitiba e Londrina no âmbito da Operação Praia Brava
Expresso MP – Assessoria do MP comenta o caso

Quatro mandados de busca e apreensão e um de prisão temporária foram cumpridos na manhã desta terça-feira, 21 de setembro, pelo Ministério Público do Paraná, por meio dos núcleos regionais de Londrina e Curitiba do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), com o apoio do Departamento Penitenciário e da Polícia Militar. As medidas foram decretadas pelo Juízo Criminal do Foro Central de Londrina, no âmbito da Operação Praia Brava, que investiga crimes de lavagem de ativos e organização criminosa.
As ordens judiciais foram cumpridas na capital e em Londrina, no Norte-Central do estado, e tiveram como alvos uma residência e unidades prisionais ligadas a investigados que, segundo as apurações, atuariam na lavagem de recursos em prol de organização criminosa radicada em diversos presídios paranaenses.

Investigações – Conforme as investigações, ao menos desde 2018, pessoas ligadas a supostos integrantes de organização criminosa com conexões em prisões receberam e movimentaram elevadas quantias de dinheiro de origem suspeita, com repasse de valores para terceiros. Também está sendo apurada aquisição de bens com valores substanciais, sem a necessária justificativa da origem dos recursos financeiros, além de diversas transações de compra e venda de veículos e consórcios de alto valor.

Informações para a imprensa
Assessoria de Comunicação
comunicacao@mppr.mp.br