Presas em flagrante, 26 pessoas em área pública invadida em Pontal do Sul

 Presas em flagrante, 26 pessoas em área pública invadida em Pontal do Sul

Delegacia de Polícia Civil de Pontal do Sul, Litoral do Paraná. Foto: Portal da Cidade

Na manhã desta sexta-feira, 16 de julho, uma Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu) articulada pelo Ministério Público do Paraná, por meio da Promotoria de Justiça de Pontal do Paraná, no Litoral do Estado, resultou na condução de 26 pessoas em flagrante no balneário de Pontal do Sul. A ação ocorreu em área pública ocupada irregularmente e foi motivada por várias denúncias sobre crimes cometidos no local.

Participaram da operação agentes do MPPR, da Polícia Civil, da Polícia Militar, da Polícia Ambiental, da Guarda Municipal, do Instituto Água e Terra, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) e da Companhia Paranaense de Energia (Copel).

Foram identificados diversos ilícitos, como furtos de energia elétrica e de água encanada (“gatos”), posse de drogas e desmatamento de áreas verdes sem autorização. Também foi detida uma pessoa com mandado de prisão em aberto (foragida da Justiça).

A área pública pertence ao Município de Pontal do Paraná e foi ocupada em novembro de 2020, sendo objeto de ação de reintegração de posse com liminar deferida em 18 de maio deste ano pelo Poder Judiciário, que concedeu 90 dias para a desocupação do local. 

Informações para a imprensa
Assessoria de Comunicação
comunicacao@mppr.mp.br