Briga de irmãos em Mato Rico resulta em um homem de 29 anos ferido com uma pedrada na testa

 Briga de irmãos em Mato Rico resulta em um homem de 29 anos ferido com uma pedrada na testa

No dia 16 de junho de 2021, às 20h49min, a equipe policial de Mato Rico, atendendo solicitação de uma enfermeira, qual relatou que uma pessoa do sexo masculino deu entrada no posto de saúde com ferimento na cabeça.

Com a equipe no posto de saúde, onde se fazia presente uma mulher de 25 anos, irmã da vítima, (sendo esta um homem de 29 anos) a qual passou a relatar que escutou gritos da irmã de um adolescente de 17 anos e ao sair avistou uma discussão entre este e seu irmão, onde tentou acalmar o autor que se encontrava com uma faca, em ato continuo a vítima veio em sua direção, instante esse que o autor arremedou uma pedra contra a vítima vindo esta a cair.

A equipe também conversou com um terceiro homem, o qual passou a relatar que estava em um bar juntamente com o autor e a vítima, quando ambos começaram a discutir por causa de um jogo de sinuca, instante esse que C. convidou ambos e levou os mesmos até suas residências que são próxima, onde após descerem do veículo, este  relatou que dirigia para sua residência também, quando escutou gritos, ao retornar viu a vítima caída ao chão vindo a socorrer o mesmo até o Posto Saúde do Município de Mato Rico.

A equipe conversou com o médico responsável pelo atendimento da vítima, o qual relatou que devido a gravidade do ferimento na testa, possivelmente provocado por pedra, a vítima seria encaminhada para o hospital de Ivaiporã.

Foi deslocado até a residência do autor, onde o pai do autor relatou que seu filho se encontrava, qual após apresentar o mesmo, foi apreendido e encaminhado até 45ª DP de Pitanga, para as devidas providências legais cabíveis.

Obs.: o pai do autor acompanhou todos os procedimentos realizados pela equipe da PM, sendo que também foi acionado o Conselho Tutelar do município, os quais acompanharam o adolescente até a 45 DP de Pitanga.

Não foi possível ouvir a vítima, devido ao seu estado clínico. O autor não quis se pronunciar em relação aos fatos.