Jazida de gás natural descoberta há 40 anos começará a ser explorada em Pitanga

 Jazida de gás natural descoberta há 40 anos começará a ser explorada em Pitanga

O município de Pitanga, no centro do Paraná, deve inaugurar em junho uma estação de geração de energia elétrica a partir do gás natural e uma subestação de transmissão. O gás será extraído dos poços localizados na comunidade de Barra Bonita. Descobertos há 40 anos pela Petrobras, os poços ainda não haviam sido explorados.

É uma fonte importante que vai colocar em operação uma usina de 10 megawatts”, explica Walfrido Ávila, presidente da paranaense Tradener, primeira comercializadora do mercado livre de energia no Brasil e responsável pela obra de Pitanga.

Segundo ele, numa primeira fase serão usados 30 mil metros cúbicos por dia, mas o poço tem capacidade para a produção de 100 mil metros cúbicos diários. “Temos contrato para absorver 30%. Os outros 70% virão com futuros contratos”, informa.

A construção da usina foi viabilizada com o recente leilão emergencial realizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A Tradener tem um contrato de três anos e meio para geração de energia por meio da utilização do gás natural. O principal problema para a exploração está sendo resolvido. É a pavimentação da estrada entre Pitanga e Mato Rico, que passa justamente pelo distrito de Barra Bonita. Dentro de 60 dias começam a sair os primeiros caminhões de gás.

Além de Pitanga, a empresa também deve começar a fornecer gás para indústrias das regiões de Guarapuava e Londrina. “São indústrias que hoje utilizam outras fontes de energia, mas tem interesse no gás natural, informa.Com isso, vamos ter uma operação mais contínua desses poços aqui no Paraná, que estão há mais de 40 anos sem utilização”, complementa o empresário.

Por Elvira FantinGazeta do Povo

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.