Preso no interior de Nova Tebas – Embriagado quebrando tudo, agrediu a ex, e ameaçou policiais de morte

 Preso no interior de Nova Tebas – Embriagado quebrando tudo, agrediu a ex, e ameaçou policiais de morte

Distrito de Poema, interior de Nova Tebas – PR

No dia 12 de setembro de 2021, por volta das 19h, atendendo solicitação da senhora “N.F.B” de 26 anos, a equipe policial deslocou até ao Distrito de Poema/Alvorada, no interior de Nova Tebas, onde a solicitante nos relatou que seu ex-marido, “M.W.S” de 21 anos, o qual é usuário de drogas, foi até a sua residência com sintomas de embriagues para ver a filha do casal de um ano e seis meses de idade; que “M.W.S” pegou a criança e saiu.

Passado algum tempo, a solicitante foi procurar seu ex-marido, sendo que a mesma o encontrou no bar do Miltinho, o qual estava se embriagando; que ela pegou sua filha e foi pra sua residência; que após uns 10 minutos, “M.W.S” chegou novamente em sua casa extremamente alterado, chutou a porta, que caiu sobre a vítima, vindo a danificá-la, atingindo a vítima na face, causando hematomas, em seguida quebrou uma televisão. Que a solicitante foi socorrida por vizinhos que vieram e retiraram “M.W.S”   do local.

Diante do fato, a equipe juntamente com a solicitante, saiu em patrulhamento e localizou “M.W.S” nas proximidades da residência da vítima, o qual foi abordado pela equipe policial, tendo o mesmo não acatado tal ordem, sendo necessário o uso da força física para contê-lo e colocá-lo no compartimento fechado da viatura.

Durante o deslocamento para a Delegacia de Manoel Ribas, “M.W.S”   passou a esmurrar e bater com a cabeça no camburão da viatura, ameaçou “N.F.B”, dizendo que iria retirar a filha da mesma e também ameaçou a equipe policial de morte.

“M.W.S” já possui passagem por lesão corporal – violência doméstica, desacato, resistência, desobediência, embriagues ao volante e drogas para o consumo pessoal, tudo relacionados nos boletins de ocorrência número 130xxxx/15, 24xxx/16, 13xxxx/17, 10xxxx/19 e 13xxxx/20.

“N.F.B” foi orientada quanto aos procedimentos cabíveis e “M.W.S” ficou a disposição da justiça na Delegacia de Polícia Civil de Manoel Ribas.